A dor da perda

Tags

, , , , , , , , , , ,

Recentemente perdi meu amigo Tigrão, ele era meu cachorrinho, meu bebeinho, meu monstrinho. Tigrão tinha apenas 3 anos era forte e saudável, nunca ia imaginar isso acontecendo com ele, mas de repente do nada ele teve um problema, que teve complicações e levaram ele a falecer.
Uma parte de mim foi com ele, e uma parte dele ficou comigo. Ainda é muito recente, estou tendo ataques de pânico, não consigo ficar sozinha sem algo, por exemplo música ou TV. Para dormir tenho que ter a TV ou um vídeo ligado. Estou com dificuldade de concentrar.
WIN_20160403_202126-COLLAGE
O Tigrão entrou na minha vida num momento difícil, em que eu precisava de alguém, e ele cumpriu com maestria sua missão. Me deu forças pra superar dificuldades, me ajudou a entender várias coisas. Acredito que ele tenha entrado na minha vida pra me ajudar e quando ele viu que eu conseguia seguir sozinha ele foi ajudar outra pessoa, pelo menos é assim que eu quero pensar que foi.
Ainda acho que tudo isso é um sonho ruim, que vou acordar com ele me olhando, com aqueles olhinhos de amêndoas, roncando e fazendo gracinhas. Ainda escuto ele pela casa, ainda sinto sua presença. Sei que daqui a pouco vou conseguir lembrar das coisas maravilhosas que passamos sem chorar, sem implorar pra ter ele de volta. Sem sentir a dor física que estou sentindo. Dói, dói muito, me sinto vazia, estou sobrevivendo, mas daqui a pouco estarei vivendo.
IMG_20160313_143150125
Sinto falta do barulho que ele fazia, de atropelar minhas pernas enquanto eu andava pela casa, de subir no meu colo quando eu estava trabalhando no escritório, de ficar dando patinha pra comer petisco. Sinto falta dos beijinhos quando eu chegava em casa, não importava o meu ânimo. Vou sentir falta da minha bolsinha de água quente quando tinha cólica, o quanto ele ficava delicado quando eu estava doente, vou sentir falta de deitar no sofá e ele subir com o osso e tudo pra ficar encostadinho. Vou sentir falta das brincadeiras de pão, de pegar a patinha, de pegar ele no colo como bebê e fazer carinho na barriga. Vou sentir falta dele mordendo a chuva e voltando todo molhado pra dentro de casa.
Vou sentir falta de ver a interação dele e do Jeff, ver ele pegar a meia do Jeff e sair correndo sabendo que tava fazendo arte, de não deixar o Jé amarrar o tênis pra sair. De ter ciumes de mim com o Jé, de virar de ponta cabeça pra ganhar carinho na barriga. De deitar como uma foca, ou como um sapo. Até dos puns fedidos eu terei falta. Pois tudo isso era ele. Aquela criaturinha que me encheu de amor. Aquela criaturinha que não importava o quanto tempo passasse eu era o grande amor de sua vida. Assim como ele é da minha.
Quero acreditar que um dia o encontrarei, talvez não nesse mundo talvez num mundo espiritual. Mas sei que nossas almas vão se encontrar, pois sinto que a vida dele foi tão especial pra mim. Só espero que tenha feito a dele ser também. Eu falava pra ele que ia ficar com ele pra sempre. Apertar até fazer hunf. E isso nunca vai mudar, eu vou ficar com ele pra sempre no meu coração.
IMG_20160227_222918083
EU TE AMO, VÁ COM DEUS. E AINDA VAMOS NOS VER.

Jumping Juniper – Lush

Tags

, , , , ,

Desde o ano passado estou em uma vibe mais ecológica e naturalista, isso porque eu sou computera e trabalho com aplicativos de celular, mas não significa que sou consumista. Posso muito bem desenvolver novas tecnologias e pensar no mundo ao meu redor. E faz um tempo que tenho tido problemas com shampoo.

Por exemplo, não posso usar nenhum tipo de produto da Seda, a alergia é quase instantânea. Outras marcas também, meu cabelo fica maravilhoso, mas se eu deixo de usar no momento seguinte ele está horroroso. Comecei a perceber que meu cabelo meio que tava “viciado” no shampoo. Comecei então a procurar outros meios de cuidar do meu cabelo. Usei vários shampoos neutros para limpar, aí voltei pros shampoos restauradores, mas era obrigada a usar condicionador, pois meus cabelos embaraçavam muito.

Então vi várias resenhas falando dos produtos da Lush. Resolvi então testar, como abriu uma loja aqui na minha região, fui visitar. Queria experimentar pra ver se era tão legal quanto falavam, e me apaixonei pelas cores e cheiros. Queria levar tudo, mas tinha decidido por um shampoo em barra.

A Lush tem 100% dos seus produtos vegetarianos e 70% veganos, tudo é feito pra reduzir o lixo e ser o mais natural possível. Todos os produtos são feitos a mão.

Lush-Jumping-Juniper-Shampoo-Bar

Fui conversar com a vendedora, não sabia escolher o shampoo pra mim. Ela me indicou o Jumping Juniper, disse que ele iria ajudar a controlar a oleosidade do cabelo e que pra tirar toda a química que os outros shampoos deixavam. Resolvi então testar já que além de tudo o cheiro era maravilhoso.

Ontem foi a primeira vez que eu usei, e fiquei super impressionada, foi muito fácil aplicar, basicamente você lava seu cabelo como se estivesse usando um sabonete, ele faz uma bela espuma. Esfregue como se estivesse usando shampoo normal, e enxágue.

Mesmo no banho dá pra sentir os cabelos mais macios, parece frescura mas não é. Eu realmente fiquei impressionada. E não precisei passar condicionador, assim que secou meu cabelo estava mais brilhante e com as ondas naturais dele. Macio e sedoso, como os comerciais de shampoo falam.

Estou super feliz com o resultado, e isso foi só o primeiro dia. Quero ver como ele se comporta com o uso mais frequente. Mas só do resultado inicial eu já estou super feliz.

 

Retrospectiva 2015 e Planos 2016

Tags

, , , , , , , , , , , ,

Acho que todo mundo resolve fazer isso, e acho super legal, mas gosto de fazer essas retrospectivas não necessariamente uma vez por ano. Sempre que posso eu paro olho para os meus planos e metas e vejo o que eu concluí. E aquilo que preciso olhar com mais carinho. Então estou em constante retrospectiva. Agora planos eu penso em vários tipos. Tenho planos pra 1 ano, tenho planos pra esse mês, por semana e por dia (sou meio neurótica eu sei). Mas o sentimento de concluir um plano é algo indescritível. Ontem por exemplo meu plano era reorganizar meu escritório, e concluí com exito. Porém já tenho planos de retirar algumas coisas de lá e reorganizar novamente hehehehehe.

Voltando pra 2015, tinha colocado 3 metas.

Voltar a tocar piano

cfa9945070e1fbed77e4f9d74d6460e1

Não posso dizer que completei com exito essa meta, mas posso dizer que sim, voltei a tocar, só não com a frequência que eu pretendia. Estou tendo mais confiança e conseguindo ler melhor as partituras, parece que voltei a andar de bicicleta, hahahaha, você nunca realmente esquece, e quanto mais você pratica, mais as coisas vão voltando.

Cuidar mais de mim

5e6a1ed64fa718dd68dd499ff0cb4c1b

Essa com certeza eu concluí. Estou fazendo natação 2x por semana, jogando vôlei 2x por semana, aliás o vôlei eu to viciadona se deixar jogo todo dia. E academia eu vou quando dá, mas era pra estar na frequência de uma vez por semana. Quanto a esporte eu realmente cuidei, contudo alimentação eu ainda to pecando na arrumação, isso eu preciso melhorar, mas to feliz de ter feito várias mudanças positivas.

Passar mais tempo com a minha família e amigos

45732834b7b434d108744d9d9409caa2

Acho que me sai bem nessa meta, consegui me encontrar com amigos que eu não via a muito tempo, conectar mais com amigos que estão mais perto. Com a minha família foi muito bom também, acho que preciso passar um pouco mais de tempo com eles mas sei que também é bem complicado, porém tenho conversado muito com eles por telefone e aplicativos, pelo menos mais contato eu estou tendo.

Meu saldo no final foi positivo, consegui realizar a maior parte das minhas metas do ano passado, estou gostando de escolher apenas 3 pois consigo me concentrar mais nelas e melhorar minha vida. Então pra esse ano vou repetir a dose e escolher 3 metas. Novamente minhas metas vão ser genéricas assim elas me dão mais margem pra atuar =).

Ser mais consciente

kratom-natural-enhancer

O que eu quero dizer com isso é que eu quero repensar atitudes da minha vida em vários aspectos, por exemplo, eu realmente estou precisando de uma roupa nova? O quanto de lixo eu to produzindo, será que eu não posso reduzir? Trocar um refrigerante por água.  Me conectar mais com o mundo a minha volta, acho que cada um fazendo sua parte, olhando pro seu próprio modo de vida já consegue mudar o mundo.

Ser menos multitarefa

2013.09.30-As-vantagens-de-ser-multitarefa-imagem01-Media-Bistro

Engraçado falar isso né!? Todos dizem que mulher é multi tarefa, mas na verdade o que eu penso é que ao invés de me dedicar 100% em uma coisa eu dedico 3% pra casa coisa ao mesmo tempo, e nada ganha a atenção devida. Não é que não possa fazer vários projetos ao mesmo tempo, mas dedicar o momento certo pra cada um, tipo se estou trabalhando no projeto A nesse dia, não vou parar nem por um segundo pra me dedicar ao B, por que sei que vou ter tempo especial pro B.

Tenho vários projetos e misturo muito um com o outro por tentar fazer todos ao mesmo tempo. E é isso q eu quero evitar. Quero dar a devida atenção pra cada um.

Cuidar do meu perfil profissional

perfil

Esse é meio que porque esse ano sei que um monte de coisa profissional fora do trabalho tem acontecido, e não tenho a estrutura certa pra cuidar de tudo, então quero preparar a infra correta pra quando precisar ter o material na minha mão, pra quando alguém estiver procurando alguém pra um trabalho consiga chegar em mim. Isso inclui palestras, cursos, workshops e freelas.

Acho que são metas plausíveis de serem concluídas até o final do ano. Claro que vou fazer subtarefas delas porque elas são gigantescas, mas foi essa a minha intenção.

KISS

Tags

, , , , ,

Não, num vou falar da banda. Vou falar de um princípio, Keep It Simple, Stupid (ou Mantenha isso simples, estúpido). Ele é muito utilizado na computação, mas pode ser aproveitado em qualquer área. Eu sempre me pego pensando, se tá muito difícil tá errado.  Lendo sobre minimalismo esse principio também vem a minha cabeça. Faz todo sentido do mundo, quanto mais simples e organizado mais as coisas fluem e não te estressam. Ainda estou fazendo a minha limpeza da casa. Tentando diminuir as coisas. Mas seguindo a metodologia KonMari e o princípio KISS eu tenho ficado muito feliz com o resultado.

309faa3

Esse final de semana eu aproveitei pra limpar meus brincos, e nossa tinha muito brinco que acho que nunca usei mais que uma vez ou toda vez q usava eu me sentia mal, parecia que eles não combinavam comigo. Bom fiz essa limpeza, ainda acho que tem muito brinco, mas já consigo ver todos que ficaram. Tinha também vários incompletos, o que é uma judiação.

Mas voltando pro KISS. Quando estou programando levo o princípio no termo realmente dele, tento fazer meu código ser auto explicável. Se alguém precisa te perguntar algo sobre o código ele não está legal. Quanto mais simples você conseguir desenvolver e resolver o seu problema, mais fácil será pra você ou qualquer outra pessoa voltar e entender seu código.

Agora levando isso pra sua vida, vamos pensar em organização, quanto mais simples for pra fazer a limpeza da sua casa mais limpo e gostoso vai estar, quanto mais simples for de achar as coisas pra fazer um bolo, mais rápido sairá o bolo.

Quanto mais simples for seu relacionamento mais tempo pra curtir vocês terão. Pensa se for um pouco só complicado, vocês acabarão discutindo mais vezes e não se curtindo como deveriam.

Limpeza da alma

Tags

, , , , , , , , ,

Comecei a assistir alguns videos no youtube sobre organização de armário. Estava meio desesperada com o meu, e resolvi que precisava fazer uma cata das roupas, separar aquilo que não queria mais e verificar o que valia a pena. A partir de vários vídeos eu vi que o metodo KonMari era o mais indicado, pois queria ampliar essa limpeza pra todas as áreas da casa. E fui lá eu ver mais vídeos de pessoas utilizando esse método, aí achei o livro que explica todo o processo. Aí começou a minha mudança, claro que a primeira coisa que eu ataquei foi o armário.

konmari book

O método é simples, divida as coisas em 5 categorias, a primeira ataca as roupas. Faça uma cata em sua casa, pegue todas as roupas, e isso quer dizer todas, o que não for separado nesse momento será doado ou jogado fora depois, então pare e pense se não há nada em alguma mala. O método fala pra espalhar tudo no chão, mas como esse método foi desenvolvido no japão e lá eles tem os tatames e etc, eu preferi fazer na cama mesmo. Ela fala que ao tirar tudo do lugar, com isso ela diz que o objeto “acorda”, e a interação entre você e o objeto pode existir.

Segunda etapa do processo é pegar um a um os objetos e perguntar, “Does this spark joys?” ou “Isso me deixa feliz?” Não é pra você pensar, é pra você sentir. Se você está em dúvida, deixe a roupa de lado e no final do processo volte nela, você vai estar mais intuitivo.

Após a etapa de seleção você passa pra etapa de armazenamento, ela ensina a dobrar as roupas todas, e somente o que fica mais alegre quando pendurado deve ser pendurado. Vários outros métodos que eu segui falavam o contrário, que vc tinha que pendurar tudo, pra facilitar a visualização e etc. Contudo o jeito que ela dobra as roupas, minha gaveta está arrumada já faz um mês e ainda está organizada. Você entra no esquema.
Vou deixar aqui um site que ensina o jeito de dobrar porque se eu tentar explicar com palavras vocês vão se confundir.

Após as roupas você passa pros livros, essa pra mim é mais difícil, eu fiz a primeira seleção, mas acho que posso fazer novamente. Eu sou uma bookaholic, ou seja, sou viciada em livros. E sou mesmo, até livros que eu não gostei estão guardados. Então meu namorado disse que eu não posso comprar nada enquanto não terminar minha pilha de livros não lidos q está com mais ou menos 12 livros (eu reduzi, livros emprestados eu devolvi pra ler os que tem em casa primeiro). Ainda é um número gigante, e pensar que eu já li 8 livros esse ano, então eu vou demorar mais um ano e pouco pra ler estes (preciso dar um gás nisso).

Após os livros vem os papeis, e uma coisa bem interessante que ela fala. Tem muito papel inútil que a gente guarda porque acha que precisa. Muitos papeis que desenvolvemos métodos para deixar separados mas nunca olhamos eles. Ainda não cheguei nessa fase, estou nos livros ainda, mas uma coisa é certa, pensando nos papeis que tenho guardado, tenho vários manuais de máquinas que nem sei se estão pela casa. Tenho exames de quando eu era um bebê, sim eu guardo tudo. Mas os manuais eu consigo achar online, e os exames eu posso marcar num arquivo. Fazer um documento digital com todo o meu histórico médico. Tenho vários boletos e contas que eu paguei nos últimos 5 anos (pra caso necessite pro imposto de renda), mas acredito que muitos desses não fazem parte de explicar muitas coisas por pessoal da receita. Então eu consigo visualizar uma quantidade tremenda de papel que está ocupando espaço que não tenho em casa.

Miscelâneas, ou seja caixas com várias coisas que você não consegue definir o que são, por exemplo, brindes de festas de casamento, noivinhos de biscuit, porque você fica com dó de jogar fora mas não faz sentido você deixar a vista na sua casa, então você guarda numa caixinha junto com várias coisas nada haver. Chaveiros, eu tenho infinitos, não sei o que há comigo mas não consigo me desfazer deles. Nessa categoria entram maquiagem, remédios, bugigangas, acessórios de cabelo, acessórios eletrônicos, cd e dvd, jogos e etc. Faça uma cata geral nas suas coisas, mas não se apegue a nada sentimental, fotos e vídeos de infância estão em outra categoria.

E finalmente Mementos, que pra mim seriam as coisas mais difíceis de se desfazer, incluem fotos e tudo que é muito sentimental, e que mexe com você. Essa categoria é por último pois é muito difícil você não se apegar. Mas por ter passado pelo processo com todas as categorias anteriores, nesse momento você está preparada pra ela, não que não vai ser difícil.

No livro ela diz que o processo deve ser feito apenas uma vez e que você vai percebendo que no futuro não tende a acumular mais nada. Porque você já resolve tudo no momento que recebe pra fazer. E que normalmente esse processo dura uns 6 meses pra ser feito. No meu caso eu estou com metade do meu armário de roupas arrumado (sim eu não consegui ver tudo de uma vez, mas pretendo terminar o quanto antes. Consigo visualizar algumas coisas que já vão embora.

Vôlei pra qualquer um

Sou uma baixinha de 1,59, então como é possível eu jogar vôlei? Pois é, eu jogo. Mas é bem raro eu pular pra atacar, mesmo porque eu num consigo sair muito do chão… hehehehehe. Mas o que eu queria compartilhar com vocês é o que o vôlei está fazendo na minha vida. Ano passado fui ao médico fazer um Check Up e descobri que tinha muitas coisas fora de prumo, colesterol alterado, TSH estranho e um ganho de peso acima de qualquer expectativa, sem falar na minha falta de vontade pra fazer qualquer coisa, meu cansaço aparente. Então decidi que ia mudar algumas coisas na minha vida, fazer mais atividades, comer direito e tomar os remédios na dosagem certa.

Tatuagem da Líbero Fabi

Tatuagem da Líbero Fabi

Isso quer dizer meu médico acertou a dosagem do meu remédio, e me receitou procurar uma nutricionista. Bom fui atrás de uma que me indicaram, ela fez um trabalho bem legal, perguntou muita coisa que eu comia, como eram meus hábitos, tanto de alimentação quanto de vida. O trabalho com ela começou em Janeiro desse ano (2015). E ao mesmo tempo meu namorado que é viciado em esportes me convidou a participar de um grupo de vôlei que ele jogava, sabe o que eu falei pra ele? Que era loucura, pois eles jogam juntos a muito tempo, já estão todos alinhados, e ia entrar alguém que só jogou vôlei no ginásio? Num ia dar certo.  No começo me senti péssima, me machucava toda vez, e num era pouca coisa, estourei dedo, bateu bola no olho e cai de mal jeito. Aliás eu tenho problema na coluna e toda vez saia da quadra quase morrendo de dor nas costas.

Recuperação de bola impossível de Fer Garay

Recuperação de bola impossível de Fer Garay

Queria largar tudo, ficava chateada. Mas sou teimosa, e perfeccionista. Isso é, enquanto eu não me superasse e jogasse de forma que o pessoal me escolhesse pra estar no time eu não ficaria feliz. Ai um dia indo pra academia do clube eu vi que tinha treino de vôlei feminino na quadra num ótimo horário pra mim. Me inscrevi pra melhorar meus fundamentos e aprender a sacar por cima, sim eu sacava tudo por baixo porque nunca tinha aprendido de outro jeito. Comecei a fazer vôlei três vezes por semana e academia pra complementar. Claro que quando possível eu jogo mais (viciei), mas tento me segurar.

Reaprendi a fazer os fundamentos, consegui aprender a sacar por cima e principalmente, qual é meu posicionamento na quadra. E to me sentindo ótima, meu corpo mudou, eu tenho mais resistência na quadra, e adoro me jogar pra tentar buscar bola. Uma coisa num mudou, continuo me machucando hehehehehe. Esse mês refiz os exames, e consegui vir uma melhora significativamente. Tenho mais disposição no dia a dia.

Claro, escuto de várias pessoas: “Mas como vc joga vôlei?” ou “Você tá jogando vôlei?” Qual o problema comigo jogando vôlei? Nem todas as posições precisam de jogadores altos. Faço uma atividade prazerosa que mexe com o meu corpo inteiro. Estou ficando cada vez mais saudável e feliz. Será que apenas eu ser baixinha devia definir se eu posso ou não fazer um esporte? Pois eu digo que não. Gosto de jogar e vou continuar jogando, você gostando ou não. E beijinho no ombro pros invejosos. HAHAHAHHAHHA

Depressão

Tags

, , , , , ,

Ainda é tabu. Você está com a vida encaminhada, tudo andando como deveria, nenhum estress aparente, aí vc acorda e quer abrir um buraco e enfiar a cabeça dentro dele. Não quer falar com ninguém, não quer comer, não quer se mexer. E muitas vezes só quer chorar, e nem sabe o porque. Só que mesmo assim se você comenta pra alguém, muitas pessoas acham que é frescura sua. Que você não tem motivo, e quer saber, eu não tenho motivo mesmo. Mas mesmo assim meu mundo desaparece.

cute-sad-boy-friend-nest-help

Qualquer coisa diferente te leva a chorar incontrolavelmente, mas aquele choro doido, aquele que não te deixa respirar depois. Aquele que sai como se você estivesse berrando.

Sabe o que é mais engraçado? Estou em uma reeducação alimentar que engloba a maioria dos alimentos que dizem ajudar contra a depressão, tenho feito exercícios regularmente, daqueles que você acaba e o corpo inteiro tá dolorido mas você tá com um sorrisão. No trabalho tenho conseguido manter minha meta e ainda aprender coisas novas. No relacionamento tá tudo tranquilo, sem grandes estresses e mesmo assim meu mundo tem desmoronado.

13e5fd9cf6e7f9363e654f1d29f24172

Não quero tomar remédios alopáticos, não acho que tomar um remédio que resolva um problema mas me dê vários outros seja a solução. Quero algo natural, aí fui pesquisar e a maioria eu já tenho feito, principalmente o que se refere a alimentação. O que me dá um pânico por que se eu to tento esses acessos mesmo comendo o que recomendam pra evitar o que eu posso fazer a mais???

Me indicaram um remédio homeopático e um floral, já mandei fazer e agora é tentar. Não sei mais pra onde correr, sei que tenho pessoas ao meu redor que sabem que o que está acontecendo comigo não é frescura, e elas tem sido pontos de apoio importantes. Sei que tenho meus bichinhos pra me ajudar, é ótimo ter eles por perto. Sei que tenho que me mexer e sair de casa mesmo não querendo falar ou ver ninguém.

91c06b46f61aafd212410ab95377c080

Não é fácil, mas se eu não tentar nunca vou melhorar. E eu sei que um dos primeiros passos pra melhorar é assumir que algo não está bem.

Projetos usando LEGO

Tags

, , , , ,

7e1575c10321b2fdc00f3d4f5a3d6e76

No começo do ano todo mundo abraça novos projetos e metas. Mas depois de uns dias ou meses tudo desmorona. Eu comecei esse ano com vários projetos e ainda não desisti de nenhum, e já concluí alguns. Isso porque estou sendo disciplinada e forte, sim forte. Algumas vezes não temos força para levantar do sofá depois de um dia exaustivo e ir pra academia, então ao invés de ir pra casa e não conseguir sair porque não levar as coisas pra ir direto do trabalho? Essa é uma das muitas mudanças que estou fazendo na minha vida, são coisas que eu consigo controlar. E pra isso elas tem que ser pequenas e uma de cada vez. Assim como montar algo com LEGO. Você pode montar naves espaciais, mas você sempre precisa começar com uma peça encaixando na outra, você não consegue pular etapas.

Com essa cabeça que eu começo meu ano. Não vou dar um passo maior que minhas pernas porque eu caio. Cada coisa tem seu tempo e sua preparação. Então com mudanças pequenas e eficazes eu consigo mudar meu mundo pro que eu quero =).

lego_pieces

Você pode usar a metáfora do LEGO pra qualquer projeto que esteja interessado em realizar. Por exemplo, no começo do ano fui a uma nutricionista para cuidar melhor da minha alimentação e por consequência melhorar minha saúde. Mas a mudança de dieta pode ser algo muito complicado de se fazer, e o resultado ser prejudicado, então o primeiro passo foi pensar em o que eu já estava fazendo correto mas que precisava de um ajuste. No caso meu almoço era correto mas em proporções erradas, então meu primeiro passo foi ajustar isso. Depois comecei a tirar o açúcar da minha dieta, procurei o adoçante que a nutricionista me indicou para quando eu não conseguisse ficar completamente sem o doce. Hoje eu não coloco açúcar em nenhum suco, chás ainda coloco adoçante mas suco não.

Com mudanças sem grandes sustos eu consegui entrar 99% na dieta e com isso perder 4 kilos dos 7 que tenho que perder para estar na faixa correta. Claro que todos querem ficar magrinhos em pouco tempo, mas ou você abraça dietas rigorosíssimas e que não fazem bem, ou você se dedica com calma e consegue resultados duradouros.

steps

Trouxe também a ideia de LEGO para meus estudos, estou me aperfeiçoando na minha área de atuação. Não adianta nada eu me inscrever em vinte mil cursos e não fazer nenhum da forma correta. Resolvi então escolher um, me dedicar a ele, e hoje eu terminei todos os trabalhos e estou esperando o certificado. Mas reparei que ainda posso melhorar nessa área então estou me organizando melhor para ter um tempo separado para isso.

Mas cada coisa de cada vez. Percebi que fazendo assim consigo ter tempo pra fazer tudo o que eu quero fazer, incluindo aproveitar o final de semana com a minha família.

Aprendendo a programar

Tags

, , , , , , , , , ,

Eu tenho falado bastante de projetos sociais que estou fazendo parte, e pretendo abraçar mais essa causa. Mas hoje vou dar algumas dicas legais pra quem quer aprender a programar. Existem várias ferramentas disponíveis que te ajudam a entender esse mundo.

Mas antes de programar mesmo, é necessário ter um conhecimento de lógica. A computação veio da matemática, mas principalmente da lógica matemática. E muitas ferramentas e jogos se baseiam nessa área. Existem jogos de tabuleiro voltados para crianças. Vi vários projetos incluindo escolas que na educação básica já acrescentam conceitos de computação aos seus alunos. E isso traz um conhecimento necessário no mundo de hoje.

Vi projetos que ensinam crianças usarem plaquinhas para mover um robô pelo tabuleiro sem bater. Vi projetos que ensinam você a fazer seu próprio aplicativo Android sem precisar quebrar a cabeça com código. Vi projetos que te fazem aprender a programar utilizando jogos online de RPG.

d38200a145f08bc46e7f37d9fc18edba_original

Vou deixar aqui vários links para que vocês conheçam esses projetos e aprendam como o mundo da computação é lindo =)


Super Geeks
Computação na escola
Code Combat
Codingame
Game Maven Teaches You How to Code While Making Games
Primo

Detox de tecnologia

Tags

, , ,

Hoje em dia vivemos em uma era de tecnologia, de qualquer informação na ponta dos dedos. Mas o que isso tem feito no nosso convívio social?? Tirar uma foto para postar no Instagram é mais importante do que respirar o momento e curtir o dia? Será que realmente vamos olhar no futuro para aquela foto e sentir o que queríamos passar quando tiramos ela?

Eu reparei que toda vez que tirava uma foto para as redes sociais ela nunca ficava como eu estava vendo ao vivo. Nunca consegui passar pra foto o que eu sentia ao vivo. Foi então que em uma rede social (Pinterest) esbarrei com um Detox de tecnologia e resolvi tentar.

smartphone-detox-400

Foi uma semana fazendo tarefinhas que por menores que pareçam mudaram muita coisa. A primeira era parar de seguir e ser amiga de pessoas que não agregam nada para a minha vida. Isto é, pessoas que te adicionaram na rede social mas nunca sequer falaram com você, pessoas que postam coisas que você é completamente contra mas tá lá porque se você excluir vai dar rolo. E porque você tem que se sujeitar em ver coisas que te agridem pra evitar ser agredida?

Acho que o primeiro dia foi fácil, excluí meus e-mails de listas e isso resultou em uma caixa de entrada muito mais clean. Consigo tratar e-mails com a importância certa agora. Não corro o risco de excluir e-mails importantes porque seleciono todos os e-mails pra excluir. Confesso que ainda estou excluindo meu e-mail de listas e limpando minhas redes sociais, mas a mudança de tópicos nas redes sociais e de importância nos e-mails mudou significantemente.

O segundo dia fala para desligar as notificações. Então fiz uma limpeza no meu celular, ele vibrava com qualquer coisa que chegasse nele, até os jogos tinham notificações para ficarem me chamando pra jogar. Posso dizer que agora to até mais produtiva meu celular só vibra com coisas realmente importantes, ligações. Apenas deixei o WhatsApp e um outro aplicativo só pra não esquecer (principalmente porque ele só manda uma notificação por dia e de manhã).

O terceiro dia eu nem reparei passar, diz pra resistir a vontade de olhar para o celular assim que você acorda. O que eu fiz foi me concentrar nas outras coisas que preciso fazer antes de sair pro trabalho. Fui olhar no celular apenas quando cheguei no trabalho, e sabe o que tinha de importante nele? Nada. Exatamente, nada era tão importante a ponto de me fazer olhar pra ele no primeiro minuto do meu dia.

Na quinta feira acho que foi o dia mais difícil, pois meu celular é meu despertador então eu sempre deixo ele perto pra poder desligar, e a tarefa do dia era montar uma estação pro celular fora do quarto e não olhar pra ele por pelo menos uma hora antes de dormir. Acho que a segunda etapa foi concluída com exito. Mas a primeira só quando eu comprar um despertador.

Já a tarefa de sexta eu interpretei de uma maneira um pouco diferente do que o estava escrito, eu levei o celular, mas não mexi nele durante o Jantar, a tarefa consistia em sair pra jantar e deixar o celular em casa. Mas como era de noite e meus pais podiam ligar fiquei um pouco ressabiada preferi levar mas deixar ele na bolsa. Na minha consepção era pra curtir a pessoa que estava jantando com você e conversarem sobre o dia e a semana. E foi o que eu fiz, sem interrupções.

Sábado deveríamos passar o dia fora e deixar as redes sociais de lado, posso dizer que falhei nessa. Por um período a tarde acabei olhando as redes sociais, pelo menos não foi o dia inteiro. O que realmente seria uma perda do dia maravilhoso que estava fazendo.

Já domingo era pra deixar o celular desligado o dia inteiro, o que também não conseguiria fazer pois estava viajando e as pessoas podem ficar preocupadas de onde estou. Mas consegui deixar ele na bolsa sem mexer nele pela maior parte do dia. Sem me preocupar com o mundo das redes sociais.

No final da semana o que eu aprendi com essa experiência é que nos sujeitamos a muitas coisas que não precisamos, hoje seleciono melhor o que eu não quero e o que eu quero receber, não preciso ficar perdida no meu e-mail e posso me desligar do telefone. A etiqueta social diz que um e-mail importante pode ser respondido em até 24hrs, ninguém vai morrer se você não responder no momento em que recebeu (tá estou falando do meu mundo se você é um médico ou algo do gênero pessoas podem morrer sim). Se o e-mail não é urgente você pode responder em até 48hrs. Então não se mate, escreva, releia, verifique e depois mande, as vezes mandando em seguida cometemos gafes entre outras coisas.

Porque vocês não tentam esse Detox????

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 740 outros seguidores