Tags

, , , , , , , , , , ,

Recentemente perdi meu amigo Tigrão, ele era meu cachorrinho, meu bebeinho, meu monstrinho. Tigrão tinha apenas 3 anos era forte e saudável, nunca ia imaginar isso acontecendo com ele, mas de repente do nada ele teve um problema, que teve complicações e levaram ele a falecer.
Uma parte de mim foi com ele, e uma parte dele ficou comigo. Ainda é muito recente, estou tendo ataques de pânico, não consigo ficar sozinha sem algo, por exemplo música ou TV. Para dormir tenho que ter a TV ou um vídeo ligado. Estou com dificuldade de concentrar.
WIN_20160403_202126-COLLAGE
O Tigrão entrou na minha vida num momento difícil, em que eu precisava de alguém, e ele cumpriu com maestria sua missão. Me deu forças pra superar dificuldades, me ajudou a entender várias coisas. Acredito que ele tenha entrado na minha vida pra me ajudar e quando ele viu que eu conseguia seguir sozinha ele foi ajudar outra pessoa, pelo menos é assim que eu quero pensar que foi.
Ainda acho que tudo isso é um sonho ruim, que vou acordar com ele me olhando, com aqueles olhinhos de amêndoas, roncando e fazendo gracinhas. Ainda escuto ele pela casa, ainda sinto sua presença. Sei que daqui a pouco vou conseguir lembrar das coisas maravilhosas que passamos sem chorar, sem implorar pra ter ele de volta. Sem sentir a dor física que estou sentindo. Dói, dói muito, me sinto vazia, estou sobrevivendo, mas daqui a pouco estarei vivendo.
IMG_20160313_143150125
Sinto falta do barulho que ele fazia, de atropelar minhas pernas enquanto eu andava pela casa, de subir no meu colo quando eu estava trabalhando no escritório, de ficar dando patinha pra comer petisco. Sinto falta dos beijinhos quando eu chegava em casa, não importava o meu ânimo. Vou sentir falta da minha bolsinha de água quente quando tinha cólica, o quanto ele ficava delicado quando eu estava doente, vou sentir falta de deitar no sofá e ele subir com o osso e tudo pra ficar encostadinho. Vou sentir falta das brincadeiras de pão, de pegar a patinha, de pegar ele no colo como bebê e fazer carinho na barriga. Vou sentir falta dele mordendo a chuva e voltando todo molhado pra dentro de casa.
Vou sentir falta de ver a interação dele e do Jeff, ver ele pegar a meia do Jeff e sair correndo sabendo que tava fazendo arte, de não deixar o Jé amarrar o tênis pra sair. De ter ciumes de mim com o Jé, de virar de ponta cabeça pra ganhar carinho na barriga. De deitar como uma foca, ou como um sapo. Até dos puns fedidos eu terei falta. Pois tudo isso era ele. Aquela criaturinha que me encheu de amor. Aquela criaturinha que não importava o quanto tempo passasse eu era o grande amor de sua vida. Assim como ele é da minha.
Quero acreditar que um dia o encontrarei, talvez não nesse mundo talvez num mundo espiritual. Mas sei que nossas almas vão se encontrar, pois sinto que a vida dele foi tão especial pra mim. Só espero que tenha feito a dele ser também. Eu falava pra ele que ia ficar com ele pra sempre. Apertar até fazer hunf. E isso nunca vai mudar, eu vou ficar com ele pra sempre no meu coração.
IMG_20160227_222918083
EU TE AMO, VÁ COM DEUS. E AINDA VAMOS NOS VER.
Anúncios