Tags

, , , , , ,

Sou feminista! Essa é uma das lições que o livro te ensina, muitas vezes essa frase assusta e incomoda. Ela é mal interpretada, isso porque a palavra feminista está ligada na cabeça das pessoas com pessoas chatas que ficam te incomodando. O mesmo acontece com vegetariano.

download (1)

Conheço várias pessoas que são vegetarianas e não são extremistas ou vão ficar tentando te fazer virar um vegetariano. O mesmo acontece com as feministas. O livro mostra de uma forma leve coisas que a gente nem percebe que nos incomoda. São atitudes costumeiras que já levamos como natural, mesmo que muitas vezes acabamos nos chateando com isso.

Gostei de como ela mostra esses argumentos de uma forma leve e divertida, mostrando que você não precisa sair queimando o sutiã, aliás o sutiã é nosso amigo como ela mesma cita no livro.

Outro ponto interessante é que ela usa sua própria experiência de vida pra mostrar como as coisas nos afetam. O livro abrange bastante coisa da vida de uma adolescente até sua maturidade, o que passa pela nossa cabeça e corpo nessa transição de criança pra mulher.

Caitlin Moran

Caitlin Moran

Estou adorando e concordando com várias coisas citadas no livro. Acho que mudanças em nossas atitudes devem ser mudadas sim, mas em benefício próprio, por exemplo, não acho que falar que não vai limpar a casa porque isso é subjugar o trabalho da mulher. Acho que se você não limpar a casa ela ficará imunda e isso não é legal. Não quero deixar de fazer coisas só porque são ditas de menininha, quero que eu posso fazer essas coisas e que possa ter meu direito respeitado.

 

Anúncios